terça-feira, 19 de junho de 2018

a minha rotina de beleza



Momento da confissão: não sou nada entendida nestas coisas da beleza, do skincare, e durante grande parte da minha vida primei sempre por ser descuidada (sobretudo quando não devia). 
A partir de determinada altura senti que precisava de começar a tomar conta de mim, da minha pele, que sempre sofreu muitos ataques do tão conhecido "borbulhedo". 

Experimentei milhões de produtos, de cremes. Marcas atrás de marcas, sem olhar propriamente para o grande objetivo da coisa. Lia qualquer coisa que me soasse a "isto vai acabar com as tuas borbulhas para sempre", isto é, "pele com tendência acneica" e comprava. Em prol de uma cara laroca, comprava. 

Nunca deram propriamente resultado, se bem que não me posso esquecer que só tenho vinte e dois anos. É normal, não passou assim tanto tempo desde a crítica fase da adolescência. E a minha pele é mesmo assim: oleosa que dói. Já para não falar do que o stress me faz à cara. Sim, malta: borbulhas. Não são muitas, é certo, mas são daquelas grandes, que doem horrores e que aparecem sempre nas piores alturas. 

Quando comecei a estar mais atenta aos produtos que realmente se adequavam a mim, com que me dava melhor, por assim dizer, a coisa mudou radicalmente. Hoje, apesar das minhas "borbulhas jurídicas" (que ganho à custa da ansiedade que este curso de direito me causa) ou das tão afamadas "borbulhas periódicas" (as que surgem sempre naquela altura chata do mês), tenho uma pele mais bonita, mais cuidada e que me deixa mais confiante. 
Tenho imensas "marcas de guerra", mas que sinto que vão desaparecendo com o tempo. É certo que não tenho um cuidado especial com elas, mas hei de pensar nisso. 

Conto-vos, então, sobre a minha rotina de beleza. Falo-vos de quatro produtos de que gosto muito e que sinto que resultam muito bem comigo. Pode não ser assim com vocês, como é óbvio, mas se não estiverem satisfeitas com os produtos que têm andado a utilizar, porque não experimentar? 


Esta é uma água micelar para pele mista e oleosa. Uso há relativamente pouco tempo, mas foi uma aquisição milagrosa. Antes, usava a Garnier Pure Active e sinto uma diferença gigantesca. Com a água micelar da Garnier sentia uma sensação horrível, a pele a repuxar, super seca. Agora, sinto uma suavidade diferente. 

Já li muitas coisas a respeito da água micelar, da sua utilização e dos aparentes malefícios para a pele. Todavia, uso uma quantidade pequena para remover a maquilhagem e as impurezas e, depois, enxaguo e lavo sempre com um gel de limpeza. 


Foi o meu namorado, que é farmacêutico, que me chegou a casa com este gel de limpeza. Este gel ajuda a limpar, purificar e equilibrar a pele oleosa e, sinceramente, sinto-a menos brilhante, mais matificada. Não cheira maravilhosamente, é certo, mas não podemos esquecer-nos que não tem sabão nem parabenos. 
Aplico de manhã e à noite. 


Este produto da Nuxe é fantástico e foi também um presente do meu namorado. Eu nunca tinha ouvido falar deste produto. Para além do cheiro maravilhoso, que é característica de todos os produtos da Nuxe (pelo menos dos que tenho ou já tive e que ainda são alguns), deixa a pele tão suave ao toque e com uma sensação de relaxamento enorme. 

Esta loção ajuda a suavizar e hidratar a pele, ao mesmo tempo que a refresca. Atenua a aparência dos poros e noto que deixa a pele com um aspeto menos brilhante.

Só queria que sentissem o cheirinho maravilhoso... 


Este hidratante da Avène foi um achado. Costumava usar o Avène Cleanance Mat, uma emulsão matificante que é um mimo para peles oleosas. Mas a longo prazo, descobri-lhe um problema: aquela textura tipo gel começou a ser demasiado agressiva para a minha pele, já para não falar num cheiro que não me agradava minimamente. 
Numa das vezes em que fui comprar o meu Cleanance, ups!, não havia. E tive de optar por outro. A farmacêutica recomendou-me o Hydrance e logo após algumas utilizações, passei a não querer outra coisa. O cheiro é muito mais agradável e a textura muito menos agressiva para a pele. Deixa uma sensação de hidratação ótima e demora mais tempo a absorver, o que impede que se sinta aquele efeito de "pele repuxada". 

Para pessoas com pele oleosa, como a minha, talvez não seja o melhor creme para utilizar antes da maquilhagem (nisso, o Cleanance faz quase papel de primer). Eu tenho tentado e, até ver, não tem corrido mal. Mas agora que o calor aperta, talvez se torne mais complicado.

Deixo-vos os links dos vários produtos, disponíveis na loja online Skin. Logicamente, podem encontrar todos os produtos numa farmácia ou parafarmácia. 

Não hesitem em deixar as vossas opiniões, caso usem estes produtos ou já tenham experimentado. Sugestões de outros produtos também são bem-vindas! 



Enviar um comentário

je suis pirosa © . Design by FCD.