terça-feira, 4 de julho de 2017

uma história de corações com luz


Se me perguntarem onde está, respondo que está junto a ti. Deve estar. Ou se calhar... se calhar és tu. Eu fico na dúvida, não consigo distinguir. 
Uma luz forte, intensa, capaz de cegar. Tão forte quanto o meu amor, o teu amor. E este, de tão intenso, julgo-o capaz de mover montanhas. Das enormes-  

Se um dia estiveres longe, sirvo-me dele para chegar a ti. Para me reencontrar com a segurança de todos os dias, com o sorriso dos tantos milhões de segundos. Com o amor, o amor que me dás, que é teu e que deixas para mim. 

A luz, que és tu ou que te persegue onde quer que vás, anda por aí. E vou também, persigo-a, procuro-te. Sem itinerário definido, trajeto pensado. Sigo-te porque quero estar junto dela, e estar junto dela é estar junto de ti. 
Procuro-a incessantemente porque enquanto souber onde ela está, sei onde tu estás e estou contigo. E se estou contigo, estou feliz. Se estou feliz, então só posso estar contigo. 
É paradoxal o amor. Como a luz. Que possamos amar de luz acesa. Que possamos amar só porque sim. Nós, os dois. 


Para o Rui

Enviar um comentário

je suis pirosa © . Design by FCD.